sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

O Décimo Dom (Jane Johnson)

Uma leitura rara e preciosa que seduz o leitor da primeira à ultima página com duas histórias separadas por quatro séculos mas que se encontram profundamente entrelaçadas pelas linhas do destino.
Julia é uma mulher moderna que vive uma vida de culpa por estar envolvida num romance ilícito com o marido da sua mulher amiga, mas apesar da culpa não consegue terminar este relacionamento. Nem imagina como a sua vida vai mudar quando Michael a deixa e lhe dá como presente de despedida um livro sobre a arte de bordar do Século XVII.
Ela não tem ideia que tem nas suas mãos a melhor prenda que jamais lhe deram. Nas páginas do livro descobre o diário de Catherine uma jovem de Cornwall de 17 anos que vive descontente com a sua vida como criada e com um eminente casamento indesejado com o seu primo um rapaz que não lhe desperta qualquer interesse. Mas o seu destino sofre uma reviravolta quando é raptada por corsários turcos para ser vendida como escrava.
Julia cada vez mais fascinada pela vida de Cat resolve empreender a mesma viagem que ela para tentar descobrir mais sobre a sua vida. Michael, ao descobrir que lhe ofereceu um tesouro de valor incalculável, segue-a para um tentar recuperar. É então que o destino das duas mulheres separados por tantos anos de distância se vai cruzar de forma irremediável…
É de facto um livro maravilhoso tanto pela interessante história contemporânea, cheia de reviravoltas, como pela história de Cat passada no século XIX, em que se nota que a autora empreendeu uma profunda pesquisa histórica, baseando-se em vários casos reais ocorridos na época em que milhares de ingleses que viviam junta à costa foram raptados por corsários para serem vendidos como escravos, inspirando-se inclusivamente no caso de uma antepassada sua e tendo empreendido uma viagem a Marrocos para fazer pesquisa para a sua história uma viagem que também mudou a sua vida para sempre...
As descrições da história de Cat são maravilhosa desde a dureza da viagem no navio de escravos, sendo Cat inclusivamente ferida numa das batalhas, à descrição da magnifica Marrocos, dos seus mercados de especiarias e sedas...
Adorei o livro tanto que tenho mesmo que o voltar a ler. Recomendo a todos leitores que não percam a oportunidade de ler este delicioso livro que, prometo, não vos desiludirá nem um pouco da primeira à última página.





Autor: Jane Johnson


Editora: Editorial Presença


Páginas: 486


Género: Romance

2 comentários:

  1. Óptima crítica!
    Fiquei com muita vontade de ler!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Catarina!
    Espero que depois me dês o teu feedback!

    ResponderEliminar