quinta-feira, 13 de março de 2014

Uma História de Amor Eterno (Sebastian Cole)

O Amor é a força mais importante entre aquelas que fazem mover a Humanidade. Mas não há maneira de viver apenas desse tão grande sentimento.
Se o Amor pode ser eterno, nascido daquele encontro improvável e extraordinário de duas pessoas destinadas uma à outra, não consegue escapar ao facto dessas duas pessoas terem de viver dia a dia.
Para descobrir se o Amor que sentem é, realmente, eterno, têm de investir a vida inteira nele. Apontar ao futuro enquanto enfrentam cada momento presente.
Enfrentando problemas vários, descobrindo-se uma à outra tão ao pormenor que a perfeição deixa de o ser, vendo a relação ser afectada pelo que chega do exterior dela.
A história de Noah e Robin é exactamente assim, a tal ponto que o seu tempo juntos é interrompido para depois arriscarem voltar a estar juntos no momento em que isso parece já improvável.
Nem um nem outro deixam de se amar, mas não conseguem estar juntos como esperariam. Da cena mágica do seu encontro até ao afastamento de 13 anos a sua relação é um emocionante trilho de emoções, sempre inesperado a cada curva, com obstáculos e partes simples de percorrer.
A sua relação adapta-se a cada momento e com ela as personagens evoluiem, conseguindo o autor dar-lhes uma vida que é realista.
Cria-se uma relação muito intensa com Noah e Robin, vive-se com eles aquilo em que eles se transformam.
Não se consegue gostar de ambos durante todo o livro, cada um tendo momentos em que nos exasperam, outros em que nos comovem. Momentos em que são extraordinários e outros que parecem não merecer qualquer benefício da nossa parte.
No final, acabaremos por gostar de ambos, claro! Mas até lá temos de os rejeitar e de os entender em partes iguais.
Admiro um autor que consegue criar personagens assim tão tridimensionais, daquelas que durantes a leitura do livro nos parecem reais e que depois do livro acabado insistem em ficar na nossa memória.
Admiro ainda mais o autor quando consegue tudo isso logo na primeira obra, como se fosse já muito maduro de tantos livros que foi escrevendo!
Com estas personagens que o autor tão bem criou acabaremos por aprender sobre muito mais do que o amor.
Teremos mesmo de reflectir sobre o fim da vida, sobre questões da Alma, sobre até que ponto podemos levar o amor para justificar as decisões que fazemos a propósito do nosso par.
A história de amor de Noah e Robin tem a duração que deixa espaço a uma série de lições de vida e tem os problemas que permitem olhar para a essência do ser humano.
Mais bela é por causa disso, pela maneira como à escala de cada um de nós poderá ressoar e ensinar a viver tanto grandes histórias de amor como o quotidiano amoroso.




Autor: Sebastian Cole


Editora: Editorial Presença


Páginas: 264


Género: Romance

Sem comentários:

Publicar um comentário